publicidade

Em comunicado, a Câmara Municipal de Torres Vedras revelou a sua intenção de reduzir o custo dos passes dos transportes públicos.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Torres Vedras revelou a sua intenção de reduzir o custo dos passes dos transportes públicos sendo que o presidente, Carlos Bernardes, “deu a conhecer os esforços feitos nesse sentido ao executivo municipal” que esteve reunido esta terça-feira.

Em causa está o trabalho desenvolvido entre a Comunidade Intermunicipal do Oeste – OesteCIM e a Área Metropolitana de Lisboa, com vista a que os utilizadores dos transportes públicos de passageiros usufruam das mesmas condições que os utilizadores de transportes das áreas metropolitanas.

“A medida visa a promoção da utilização dos transportes públicos em detrimento do uso de viaturas individuais”, explica a autarquia.

O ministro do Ambiente, Matos Fernandes, adiantou ao Público que se a proposta defendida pelo Presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, for integrada no Orçamento de Estado para 2019, deverá ser aplicada em todo o país.

Depois de Medina ter anunciado que a proposta já foi entregue ao Governo, o ministro que tutela os transportes urbanos frisou que os custos desta medida terão que ser suportados por cada município.

O novo sistemas de passes defendido por Fernando Medida, e agora assumido também por Carlos Bernardes, prevê um custo máximo mensal de 30 euros dentro da cidade de Lisboa e de 40 euros por mês para 18 municípios da área metropolitana

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.