publicidade

ARSLVT com maior número de vagas atribuído  

 CONCURSO DARÁ MÉDICO DE FAMÍLIA A CERCA DE 77.000 UTENTES DA REGIÃO

O concurso a decorrer a partir de hoje para colocação, a nível nacional, de 110 especialistas em Medicina Geral contemplou o maior número de vagas à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT): um total de 43.

Segundo Luís Pisco, estes clínicos vão dar resposta a cerca de 77.000 pessoas, “um passo importante para reduzir o número de utentes que na região continuam sem médico de família”.

Ainda de acordo com o Presidente da ARSLVT, “dar médico de família a mais de 77.000 pessoas é dar garantias redobradas de que a saúde destes cidadãos registará melhorias. Isto terá um impacto qualitativo significativo na vida destas famílias, além de uma melhor organização da oferta e procura de cuidados, com menor recurso à contratação de serviços para respostas pontuais”.

Os 43 médicos de família serão colocados nas seguintes instituições da região:

– Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Almada/Seixal: Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Corroios (1) e de St. António do Laranjeiro (1);

– ACES Amadora: UCSP da Amadora (3), Brandoa (1) e Buraca (1);

– ACES Arco Ribeirinho: UCSP da Baixa da Banheira (2) e do Barreiro (2);

– ACES Arrábida: UCSP Praça da República (1) e São Sebastião (2);

– ACES Cascais: UCSP da Parede (1) e de Cascais (1);

– ACES Estuário do Tejo: UCSP de Alenquer (1), Benavente (1) e de Alverca do Ribatejo (1);

– ACES Lezíria: UCSP de Salvaterra de Magos (1);

– ACES Lisboa Central: UCSP da Lapa (1), Penha de França (1) e dos Olivais (1);

– ACES Lisboa Norte: UCSP do Lumiar (1);

– ACES Lisboa Ocidental e Oeiras: UCSP de Paço de Arcos (1);

– ACES Loures-Odivelas: UCSP de São João da Talha (1), Olaio (1) e Loures (1);

– ACES Médio Tejo: UCSP Ourém (1), Tomar (1), Sardoal (1), e Entroncamento (1);

– ACES Oeste Norte: UCSP de Óbidos (1) e Peniche (1),

– ACES Oeste Sul: UCSP de Mafra Leste (1), Mafra Norte (1) e Torres Vedras (1);

– ACES Sintra: UCSP do Algueirão (1), Agualva (2), Olival (1), Rio de Mouro (1) e Almargem do Bispo (1).

Os ACES de Sintra e da Amadora foram contemplados com maior número de vagas: 6 e 5, respetivamente. Seguem-se os ACES do Arco Ribeirinho e do Médio Tejo, com 4.

Com esta medida, o número de utentes sem médico de família deverá passar de aproximadamente 525.000 para os 448.000. Estima-se que antes do verão possa ser aberto um novo concurso destinado aos médicos que terminam o Internato de Medicina Geral e Familiar durante este mês.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.