publicidade

Robocup 2017 decorreu entre os dias 28 e 30 de julho na cidade de Nagoya no Japão, trata-se de um evento que envolveu cerca de 50 países, com um total de 200 equipas, 3000 participantes e 1200 robots, tratando-se do maior evento competitivo de robótica a nível mundial.

A escola São Gonçalo em Torres Vedras, uma escola pública possui o Clube de Robótica do Agrupamento de Escolas São Gonçalo que tem participado ativamente nesta competição desde 2007, tendo sagrado já campeões mundiais diversas vezes em diversas modalidades.

Anualmente fazem parte deste Clube de Robótica cerca de 50 alunos, sete professores e uma psicóloga, que disponibilizam uma grande parte do seu tempo pessoal no acompanhamento destes alunos na representação do clube e de Portugal a nível mundial.

Este ano a escola levou a representação de Portugal ao evento com três equipas nas modalidades de On Stage (idades dos 11 aos 14 anos), Soccer Lightweight League (idades dos 11 aos 14 anos) e Rescue Line (idades dos 11 aos 19 anos), tendo-se sagrado campeões mundiais nas três modalidades. On Stage, campeões mundiais em nome individual, Soccer Lightweight League, campeões mundiais em superteam e Rescue Line campeões mundiais em superteam.

Para que a concretização desta participação fosse possível os alunos contaram com a boa vontade de alguns patrocinadores e dos seus pais.

Estes nossos campeões que tanto elevam o nome de Portugal pelos cinco continentes estão de volta a Lisboa no dia 3 de agosto, onde serão calorosamente recebidos pelo menos pelos seus familiares, pesando o fato de sabermos que a maior parte da população portuguesa desconhece que neste fim de semana alunos Portugueses entre os 11 e os 19 anos se sagraram os melhores entre os melhores do mundo.

Venho, deste modo, apelar para a divulgação deste feito grandioso destas crianças pelo bom nome de Portugal, este ano campeão mundial em modalidades de robótica!

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.