publicidade

Do próximo dia 27 de maio a 30 de junho de 2017 vai estar patente no Museu Municipal de Torres Vedras a exposição “Histórias do Zambujal: 50 anos do Instituto Arqueológico Alemão em Torres Vedras”.

Esta exposição surge na sequência das pesquisas geológicas realizadas por este instituto no Vale do Rio Sizandro. Na mesma “abordam-se as grandes alterações climáticas durante os últimos 10.000 anos, como a subida da temperatura e o aumento do nível médio da água do mar, e a consequente adaptação do homem às novas condições ambientais, culminando em tempos de instabilidade e guerra, de que se destaca o chamado “fenómeno do Vaso Campaniforme” e os primeiros guerreiros a partir do III milénio a.C.”.

A exposição “Histórias do Zambujal: 50 anos do Instituto Arqueológico Alemão em Torres Vedras” divide-se num conjunto de núcleos: do Holocénico (10.000 a.C. até ao presente) no vale do rio Sizandro; da fortificação calcolítica do Zambujal (III milénio a.C.); da evolução do sítio do Zambujal até aos nossos dias; da descoberta do sítio por Leonel Trindade e primeiras pesquisas arqueológicas; das primeiras investigações arqueológicas, sobre a pré-história recente, no Concelho de Torres Vedras (Cova da Moura, Cabeço da Arruda, etc.) e o início da investigação no Zambujal; das escavações arqueológicas do Instituto Arqueológico Alemão, a partir de 1964 até hoje.

A inauguração desta exposição terá lugar no dia 27 de maio, pelas 18h30.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.