publicidade

A primeira rentrée política de Carlos Bernardes enquanto Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras aconteceu este Domingo no tradicional almoço do PS torriense no Pinhal dos Casalinhos de Alfaiata. Várias centenas de socialistas reuniram-se para uma tarde de sol ao ar livre, que contou com a presença de Carlos Miguel, Secretário de Estado das Autarquias Locais, e de Ana Catarina Mendes, Secretária-Geral Adjunta do PS e deputada na Assembleia da República. O almoço ficou marcado pelo anúncio de Carlos Bernardes, que declarou ser o candidato do PS à presidência da Câmara Municipal de Torres Vedras nas Eleições Autárquicas do próximo ano.

“É um trabalho de referência, de excelência, que dignifica o Poder Local Democrático, mas também que nos leva a fazer de Torres Vedras um concelho de referência a nível nacional e internacional” disse Carlos Bernardes, referindo-se ao trabalho desenvolvido pelos quatro autarcas socialistas que o antecederam. Nove meses depois de assumir os comandos do município, o socialista prometeu dar “continuidade” ao trabalho que tem sido feito, ao mesmo tempo que pretende continuar a “sonhar e concretizar um conjunto de sonhos junto das nossas comunidades”.

Concluir a variante de A-dos Cunhados, dar início às escolas do Maxial e do Ramalhal, implementar o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano ao nível do Bairro do Matadouro e dar início às obras do Parque Municipal de Santa Cruz foram alguns dos objectivos que elencou, antes de deixar um “apelo final” a Carlos Miguel e Ana Catarina Mendes. À preocupação com a falta de médicos de família no concelho, o edil desejou ainda a rápida requalificação da Estrada Nacional 9 (entre Torres Vedras e a Merceana) e uma reprogramação dos fundos comunitários para que se possam concluir os centros educativos do concelho.

E se a tarde começou com uma homenagem aos primeiros autarcas eleitos no regime democrático, o microfone havia ainda de passar por Carlos Miguel. “É difícil, para não dizer impossível, encontrar um concelho como o nosso” destacou, referindo que percorre o país em função do cargo que agora ocupa no Governo de António Costa. À certeza da reconquista da autarquia torriense – “ninguém pensa no contrário, só se pensa por quantos vamos ganhar” -, o Secretário de Estado deixou ainda a convicção de que “temos de ganhar a maioria das Câmaras Municipais deste país.” Carlos Miguel não se despediu sem sublinhar que “esta gente que está aqui é gente de muito trabalho.” E terminou de forma efusiva. “Vamos a eles, temos muita luta pela frente!”

 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.