publicidade

O próximo fim de semana velocipédico tem para oferecer várias provas e passeios, destacando-se a 39.ª edição do Troféu Joaquim Agostinho e o Encontro Nacional de Escolas de Ciclismo.

O Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho disputa-se entre quinta-feira e domingo, recebendo equipas de quatro continentes – África, América, Ásia e Europa – que terão pela frente um prólogo e quatro etapas em linha.

Depois de, há um ano, a prova ter sido decidida apenas nos últimos metros, os locais de chegada repetem-se em 2016, esperando-se emoção até ao derradeiro sopro de corrida. Teoricamente, os escaladores levam vantagem, embora tenham de defender-se na jornada de abertura, um contrarrelógio individual de 8 quilómetros, a percorrer no Turcifal, a partir das 17h00 do dia 7 de julho.

A primeira etapa em linha, no dia seguinte, é a tirada mais longa, com 179 quilómetros a percorrer entre a Adega Cooperativa de S. Mamede da Ventosa e o alto de Montejunto. A meta coincide com uma contagem de montanha de primeira categoria. É uma escalada de 5,9 quilómetros (desde Pragança) com uma inclinação média de 7,4 por cento.

A segunda etapa, no sábado, 9, começa nas instalações de Santos & Santos, nas Palhagueiras, e termina no centro da cidade torriense, depois de percorridos 154,3 quilómetros, que incluem o tradicional Circuito de Torres Vedras, proporcionando ao público a oportunidade de ver os corredores em diferentes ocasiões, uma vez que a etapa só encerra à quinta passagem pela meta. É a única oportunidade para os velocistas, que, ainda assim, terão de resistir ao sobe e desce da serra da Vila, se quiserem disputar a tirada junto à estátua de Joaquim Agostinho.

A corrida termina no dia 10 com a viagem mais curta, 147 quilómetros, entre Atouguia da Baleia e o Parque Eólico da Carvoeira. A meta coincide com uma contagem de montanha de terceira categoria, mas antes de ali chegarem os corredores terão já ultrapassado outras duas subidas pontuáveis para a classificação dos trepadores.

Encontro Nacional de Escolas

Almeirim será, pelo terceiro ano consecutivo, a capital do ciclismo de formação, recebendo o sempre entusiasmante Encontro Nacional de Escolas de Ciclismo, sábado e domingo. Estão inscritas 769 crianças, que vão participar na grande festa do ciclismo mais jovem, nas vertentes de estrada e de BTT.

No sábado, as corridas decorrem a partir das 16h00. No dia seguinte, as provas realizam-se durante a manhã, a partir das 9h00.

Em paralelo com o Encontro Nacional de Escolas de Ciclismo, Almeirim acolhe, às 10h00 de domingo, o Campeonato Nacional de Fundo de Paraciclismo.

 

Mais eventos oficiais

8 a 10 de julho: 7.º GP Ciclismo de Estrada da Ilha Terceira, Açores

9 de julho, 20h00: Subida à Ermida – Campeonato Regional de Rampa, Vidago

9 de julho, 20h00: 2.ª Resistência Noturna de Mação

9 de julho, 21h00: 3.º Urban Night Bike, Gondomar

10 de julho, 8h30: 3.º Granfondo da Serra da Estrela, Seia

10 de julho, 9h00: 10.ª Maratona BTT LAAC/LAACAR, Águeda

10 de julho, 9h00: 4.ª Prova da Taça do Algarve de XCM, Amoreiras Gare

10 de julho, 9h30: 5.ª Maratona BTT Douro Pombalino, Régua

10 de julho, 10h00: Maratona BTT de Melgaço

10 de julho, 14h00: Downhill Urbano de Miranda do Corvo

12 de julho, 18h00: Circuito de S. Tomé, Paredes do Bairro, Anadia

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.