publicidade

Donald Trump defende professores armados

Como forma de prevenir massacres

Donald Trump defendeu, ontem, que os professores devem andar armados.
Para o presidente dos Estados Unidos, esta medida poderia ajudar a prevenir massacres como aquele que aconteceu na semana passada numa escola secundária do estado da Flórida. “Se houvesse um professor que fosse adepto de armas poderia acabar o ataque muito depressa”, disse Trump, assumido que esta ideia poderia ser controversa.
Trump transmitiu esta mensagem durante um encontro na Casa Branca com os estudantes que sobreviveram ao ataque de Nikolas Cruz. O jovem enfrenta diversas acusações de homicídio pela morte de 14 estudantes e três funcionários do estabelecimento, na passada quarta-feira.
No dia do massacre, do qual resultaram mais vítimas mortais do que em Columbine, Cruz chegou num carro da Uber e dirigiu-se à entrada da escola com um saco na mão e uma mochila às costas. Subiu uma escadaria de acesso ao primeiro andar, onde tirou uma espingarda do saco e disparou dentro de quatro salas, voltando atrás para fazer mais disparos em duas delas.
Após a fuga, Cruz, como se nada se tivesse passado, foi a um Walmart comprar uma bebida e, de seguida, foi comer num restaurante da McDonald’s. Foi detido 40 minutos depois quando descia uma rua.
publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.