Vídeo: Opinião dos torrienses sobre corte do trânsito no centro histórico 
publicidade

A câmara Municipal de Torres Vedras deu como alternativa a circulação dos TUT (Transporte Urbano de Torres Vedras) mas isso não deixou os comerciantes mais satisfeitos.

Desde 16 de Abril que algumas ruas do centro histórico da cidade ficaram cortadas ao trânsito com vista a retirar daí a circulação automóvel a favor dos transportes públicos.

No entanto alguns comerciantes da zona assim como alguns torrienses ficaram descontentes com esta medida.

Medida essa que, segundo a autarquia, pretende valorizar o património histórico-cultural, diminuir o ruído e a poluição atmosférica, promover o uso de transportes públicos em detrimento do veículo particular e restituir aos cidadãos o espaço público.

O Torres Vedras Web decidiu ir ao encontro dos comerciantes e dos torrienses e recolher as opiniões relativas a este encerramento do trânsito no centro histórico da cidade. Podes ver todos os depoimentos no vídeo abaixo.

De relembrar que no final do mês passado um grupo de comerciantes do Largo de São Pedro, no Centro Histórico de Torres Vedras, foi à Assembleia Municipal mostrar o seu descontentamento pelo encerramento do transito nesta zona.

Os comerciantes entregaram uma petição a pedir ao executivo municipal a revogação da medida, sob pena de “condenar à morte o comércio” na zona.

Por dia, o centro histórico da cidade é atravessado por mil veículos, a maioria dos quais não estaciona nos parques existentes nessa zona da cidade, com 250 lugares disponíveis.

publicidade

Artigo anteriorPropostas aprovadas da 3ª sessão do Orçamento Participativo de Torres Vedras
Próximo artigoCriação de Centro de Estudos de Economia Social em Torres Vedras
Joana Timóteo
Nasci em Torres Vedras a 25 Fevereiro de 1996. Apaixonada pela comunicação e pelo jornalismo Licenciada em Comunicação e Jornalismo pela Universidade Lusófona, encontrei nas minhas raízes o meu primeiro "grande" desafio profissional na minha área!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui