publicidade

Yannis Yssaad vence ao sprint e Vangstad mantém amarela 

O francês Yannis Yssaad (Armée de Terre) ganhou hoje ao sprint a primeira etapa do Troféu Joaquim Agostinho, uma ligação de 140 quilómetros, entre a Ventosa e Arruda dos Vinhos, que permitiu ao norueguês Andreas Vangstad (Team Sparebanken Sor) manter a camisola amarela. 

A etapa terminou perante um público numeroso e entusiasta, que assistiu a uma disputa a alta velocidade, da qual saiu vencedor, com à vontade, o francês Yannis Yassaad. Samuel Caldeira (W52-FC Porto) foi o segundo classificado e Oscar Pelegri (Caja Rural-Seguros RGA) fechou o pódio do dia.

“Era uma chegada ao meu gosto e a equipa tinha o objetivo de ganhar aqui. Acelerámos no último topo e na chegada consegui alcançar o nosso objetivo”, relata Yannis Yssaad, após conquistar a quarta etapa da época.

O norueguês Andreas Vangstad terminou a etapa no pelotão e manteve o primeiro posto na geral, com 8 segundos de vantagem sobre o galego Gustavo César Veloso (W52-FC Porto) e com 17 segundos sobre o luso Sérgio Paulinho (Efapel), segundo e terceiro.

“A equipa fez um excelente trabalho para controlar a corrida até à última montanha do dia. Devo aos meus companheiros a manutenção da camisola amarela. Amanhã espero ter boas pernas na subida final. Vai ser duro, mas tudo farei para continuar na primeira posição”, disse Andreas Vangstad.

A agitação da etapa de hoje ficou a cargo de David Ribeiro (Liberty Seguros/Carglass), Adrián González (Euskadi Basque Country-Murias) e Pablo Guerrero (RP-Boavista). O trio saiu do pelotão com 20 quilómetros percorridos, chegou a ter mais de 6 minutos de vantagem, mas não resistiu à perseguição movida pela Team Sparebanken Sor, autoritária na frente do pelotão, em defesa da camisola amarela de Andreas Vangstad.

Pablo Guerrero ainda conseguiu passar na frente na última contagem de montanha do dia, garantindo a conquista da camisola dos melhores trepadores, mas a fuga terminou logo de imediato, a 26 quilómetros do fim. David Ribeiro também viu premiado o esforço da fuga, ficando portador da camisola das metas volantes. Pablo Guerrero assumiu ainda o comando do combinado.

Finda a luta pelas classificações secundárias, o pelotão acelerou rumo à meta, à disputa da etapa e à luta pela geral. Daniel Sánchez (RP-Boavista) e Carlos Cobos (Caja Rural-Seguros RGA) ainda tentaram surpreender o grupo, pedalando adiantados, mas acabaram absorvidos, permitindo uma chegada ao sprint.

A vitória em Arruda dos Vinhos rendeu a Yannis Yssaad o primeiro lugar na classificação por pontos. O basco Óscar González (Euskadi Basque Country-Murias) continua a ser o melhor jovem e a W52-FC Porto segue no comando por equipas.

O Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho vive nesta sexta-feira uma das jornadas mais aguardadas. A segunda etapa da corrida começa às 11h30 em Sobral de Monte Agraço, terminando cerca das 15h15, depois de percorridos 155 quilómetros, no alto de Montejunto. A meta coincide com uma contagem de montanha de primeira categoria, sendo alcançada após subida pela vertente do Avenal, mais exigente do que a escalada habitualmente feita. Aliás, a 5,5 quilómetros da meta, há outro prémio de montanha

Classificações

1.ª Etapa: Adega Cooperativa S. Mamede da Ventosa – Arruda dos Vinhos, 140 km

1.º Yannis Yssad (Armée de Terre), 3h32m39s (Média: 39,502 km/h)

2.º Samuel Caldeira (W52-FC Porto), mt

3.º Oscar Pelegri (Caja Rural-Seguros RGA), mt

4.º João Matias (LA Alumínios-Metalusa BlackJack), mt

5.º Pedro Paulinho (Louletano-Hospital de Loulé), mt

6.º César Martingil (Liberty Seguros/Carglass), mt

7.º Jimmy Raibaud (Armée de Terre), mt

8.º Jesús Ezquerra (Sporting-Tavira), mt

9.º Julen Irizar (Euskadi Basque Country Murias), mt

10.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), mt

Geral Individual

1.º Andreas Vangstad (Team Sparebanker Sor), 3h43m02s

2.º Gustavo César Veloso (W52-FC Porto), a 8s

3.º Sérgio Paulinho (Efapel), a 17s

4.º Samuel Caldeira (W52-FC Porto), a 18s

5.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), a 19s

6.º Daniel Mestre (Efapel), a 20s

7.º Óscar Rodríguez (Euskadi Basque Country-Murias), a 21s

8.º Yannis Yssad (Armée de Terre), a 25s

9.º Jesús Ezquerra (Sporting-Tavira), mt

10.º Raúl Alarcón (W52-FC Porto), a 26s

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.